logo embreve

Uma joia cultural no centro do Rio

Quando:
30/06 - 10:30 h   a   31/12 - 10:30 h
-
Local:
Praça Mauá
O MAR Promove Uma Leitura Transversal Sobre a História da Cidade

Este ano, no dia do aniversário de fundação da cidade do Rio de Janeiro, uma de suas joias culturais completou 9 anos. O Museu de Arte do Rio, instalado na Praça Mauá revitalizada, promove uma leitura transversal da cidade, do tecido social e vida simbólica, conflitos, contradições desafios e expectativas. 

Só os prédios em que o museu está instalado já formam, por si só, uma preciosidade arquitetônica. Um dos edifícios é o palacete Dom João VI, em estilo eclético e abriga as exposições permanentes e itinerantes. Interligado a este por uma ponte, temos um edifício modernista, cujo destaque é o teto ondulado. A vista desse terraço contempla a deslumbrante Baía de Guanabara e o Museu do Amanhã, arquitetura do renomado Callatrava. 

O acervo permanente do MAR é formado por doação de particulares e instituições e tem obras que transcendem os limites espaciais e cronológicos, mas também na perspectiva semiótica transversal da compreensão do Rio de Janeiro, esse caldeirão de culturas. São mais de 21 mil itens distribuídos em 10 mil obras museológicas, 8 mil documentos e 3 mil livros da coleção de obras raras e obras de artistas. Grande parte fica guardado na reserva técnica. 

Museu de Arte do Rio

Exposição no Museu de Arte do Rio

Além disso tudo, o museu ainda abriga a Escola do Olhar, um polo de pensamento e formação permanente, voltado especialmente para a prática e reflexão, mas a partir das relações entre educação e arte. Além disso, a escola tem por missão difundir as manifestações culturais e artísticas contemporâneas de diversas naturezas. Promovendo assim o encontro de diferentes culturas, línguas e comunidades, algo que possibilita o acesso ao patrimônio cultural público e privado. O MAR também cria espaços para o protagonismo de diferentes instituições, pessoas e grupos sociais. 

Para informações mais detalhadas, consulte o site do museu Clique Aqui

Renunciar/Mobi: Conta a trajetória da cidade de São Luís/MA desde os anos 70, por intermédio da lente do fotógrafo maranhense Mobi  

Têta: Esculturas e instalações suspensas da artista paranaense Lídia Lisboa. É a primeira individual da artista e conta com cerca de 30 obras

Pamuri Pati, o Mundo em Transformação: Mostra individual de Daiara Tukano, representante das populações originárias e realizada em parceria com a galeria Millan de São Paulo

Nhe’e Porã – Memória e Transformação: Realizada pelo Museu da Língua Portuguesa, essa exposição apresenta as belezas das línguas faladas pelas populações originárias e reúne objetos etnográficos, arqueológicos, instalações audiovisuais e obras de arte;

Bloco do Prazer: Apresenta festas e celebrações que configuram momentos de alegria, catarse, transe e desejo da cultura brasileira;

Todo Poder ao Povo: Exposição do californiano Emory Douglas apresenta a luta pela democracia e a igualdade racial. 

FUNK: Um grito de ousadia e liberdade que apresenta e articula a história do funk para além da sonoridade. Por isso evidencia a matriz cultural urbana, periférica, a dimensão coreográfica e os desdobramentos estéticos, políticos e econômicos ao imaginário construído em torno desse ritmo polêmico.

Local: Praça Mauá – Centro
Data: De Terça-Feira a Domingo – 10:30 h às 18:00 h
Ingressos: Compre Aqui

Cristovam Freitas

Meu nome é Cristovam Brasileiro, meia idade, aficionado por literatura, cinema e, principalmente, teatro. Dono de gato, de cachorro.

Mídias relacionadas:

No Site RIO Art  você encontra informações sobre Teatro, Exposições, Eventos, Cinema, Livros e muito mais.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE