logo embreve

Exposição Recortes da Vida e Luta Quilombola no Rio de Janeiro

Quando:
08/06 - 11:00 h   a   13/07 - 11:00 h
-
Local:
Galeria de Fotografia do CCJF
Exposição Mostra a Realidade da População Quilombola do Rio de Janeiro

Centro Cultural Justiça Federal (CCJF) recebe Recortes da Vida e Luta Quilombola no Rio de Janeiro, uma mostra que retrata a realidade da população quilombola do estado, que reivindica direitos legítimos à terra e à sociabilidade.

O CCJF, em parceria com a Comissão de Direitos Sociais e Interlocução Sociopopular da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB RJ), inaugura a mostra fotográfica Recortes da Vida e Luta Quilombola no Rio de Janeiro, do fotojornalista AC Junior. Essa exposição traz à tona a cultura ancestral dos quilombos, os modos de ser e viver da população quilombola, além da urgente discussão sobre a realidade dessa comunidade, que há décadas busca por mais atenção e assistência.

Ocupando a Galeria de Fotografia do CCJF, no 1º andar do prédio, o trabalho de AC Junior é um retrato das manifestações sociais, culturais e políticas de quilombolas do estado que lutam pelos seus direitos à terra e à sociabilidade. “Estamos muito honrados com a possibilidade de levar ao público a arte, cultura e história da população quilombola do estado do Rio de Janeiro. Dando visibilidade e voz às populações historicamente silenciadas, reafirmamos o compromisso do Centro Cultural Justiça Federal com a luta pelos direitos humanos e pela construção de uma sociedade verdadeiramente democrática”, ressalta Dra. Simone Schreiber, desembargadora do TRF2 e diretora-geral do CCJF.  

Segundo o Censo Demográfico do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), com dados de 2022, o estado possui mais de 20 mil quilombolas, que vivem em 37 dos 92 municípios do Rio de Janeiro. Desses, 2.866 são da capital. Para a Comissão de Direitos Sociais e Interlocução Sociopopular da OAB RJ, até hoje, poucos foram titulados e tiveram territórios demarcados, apesar do reconhecimento constitucional e legal de que gozam. Eles consideram essa falha como um inexorável desserviço do Estado aos afrodescendentes e criticam a política quilombola do governo, por ser extremamente morosa. 

Local: Galeria de Fotografia do CCJF
Data: De 8 de junho a 13 de julho • Terça a Domingo – das 11:00 h às 19:00 h
Ingresso:  Entrada Gratuita

Mídias relacionadas:

No Site RIO Art  você encontra informações sobre Teatro, Exposições, Eventos, Cinema, Livros e muito mais.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE